×

PRIVATIZAÇÃO DA ELETRICIDADE | Amapá sofre mais um apagão, enquanto a privatização da Eletrobrás tramita no Senado

A energia caiu em diversos municípios do estado, incluindo a capital Macapá, pouco antes das 16h, sendo o quinto apagão no estado desde novembro. O fornecimento de energia elétrica no Amapá é privatizado.

quarta-feira 16 de junho | Edição do dia

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Macapá)

Ainda não se sabe quantos municípios, ao todo, foram afetados pela falta de eletricidade. Em algumas regiões da capital, Macapá, a luz voltou após cerca de meia-hora, mas municípios da região metropolitana, como Mazagão, ainda estão sem energia.

Leia também: Crise hídrica, aumento da luz e privatizações: não podemos pagar pela crise dos capitalistas

A Companhia de Eletricidadade do Amapá (CEA) informou que a queda foi causada "pela saída da Linha de Transmissão de 230 KV entre Jurupari e Laranjal do Jari."

Este é o quinto apagão no Amapá desde novembro, quando 13 municípios ficaram 4 dias sem luz e 22 dias com fornecimento precário, gerando diversos outros problemas como falta de água e apodrecimento de alimentos.

Leia também: MP de privatização da Eletrobras será votada hoje(16)

O fornecimento de energia no Amapá é privatizado, o que demonstra como a privatização dos serviços públicos serve para precarizar a sua prestação. A MP da privatização da Eletrobrás, empresa responsável por gerar 30% da energia elétrica do Brasil, já foi aprovada na Câmara e deve ser votada hoje (16/06) no Senado, abrindo espaço para que o cenário catastrófico que ocorreu no Amapá se repita em outros locais do país.

Leia também: Contra a privatização, trabalhadores do sistema Eletrobras entram em greve nesta terça




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias