Educação

CORTES NA EDUCAÇÃO

Governo federal corta R$2 bilhões para o Fundeb

sábado 7 de novembro de 2015| Edição do dia

Nesta sexta-feira (06), o governo federal anunciou novo corte de 2 bilhões de reais no repasse de verbas da educação para os estados. A justificativa é que a arrecadação de impostos caiu esse ano. No ano de 2014, o repasse de verba para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) foi de R$132 bilhões.

A base dessas contas do repasse é por aluno, ou seja, a previsão para esse ano seria de R$2.576,00 por aluno, no entanto, o valor fixado caiu para R$2545,00. Uma diferença de R$31 por aluno, mas que significa bilhões de reais na conta total. São R$2 bilhões a menos na manutenção e construção de escolas e no pagamento de professores.

Isso significa mais cortes na educação, se analisarmos na conjuntura nacional, afinal a presidenta Dilma já cortou cerca de R$13 bilhões de reais para o setor. Como se os cortes no FIES no âmbito universitário já não bastassem, agora os estados e municípios receberão menos verbas para financiarem a educação básica, é importante destacar que esta verba é utilizada para reforma e construção de escolas, compra de equipamentos e pagamento de salários de professores e demais trabalhadores da educação.

Em âmbito estadual, isso significa mais precarização do ensino básico, visto que o governador Alckmin está fechando escolas na sua “reorganização” escolar, o que implica em evasão escolar e demissão de professores, além do reajuste zero do PSDB aos professores da rede estadual neste ano. Mostrando que tanto PSDB quanto PT estão golpeando a educação, em nome do ajuste fiscal.

Ou seja, o quadro de sucateamento da educação básica no país inteiro tende a se intensificar com o avanço da crise econômica e do ajuste fiscal, que está se revertendo em cortes nos gastos socais, dentre eles saúde, previdência e educação. 10 Estados do Norte e Nordeste não conseguem atingir a meta por aluno e isso implica em R$33 milhões a menos só para essas regiões. A educação no país todo está sendo atacada pelo governo Dilma.




Tópicos relacionados

Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar